segunda-feira, 4 de junho de 2012

Projeto FEMINA - encontro do projeto em Istambul


Entre os dias 21 e 25 de maio, o projeto FEMINA realizou o seu último encontro no corrente ano letivo, desta vez em Istambul, na Turquia. A ESMTG esteve representada pelas professoras Ana Gonzaga, Estela Vieira e Telma Lança.

Durante as sessões de trabalho, foi feito o balanço do trabalho realizado até ao momento, tendo os alunos e professores presentes apresentado as biografias de figuras femininas de destaque nos respetivos países já realizadas, e ainda um conjunto de atividades pedagógicas a elas associadas. Numa segunda fase, já em grupos de trabalho distintos, foram apresentadas todas as atividades realizadas nas várias escolas, no âmbito do projeto, nomeadamente, as desenvolvidas no dia 8 de março, dia internacional da Mulher; foram lançadas as bases para a avaliação intermédia do projeto e fixado o trabalho a realizar até ao próximo encontro, bem como a sua metodologia. Relativamente à utilização da plataforma de etwinning, como veículo de comunicação e de divulgação do trabalho, foram tomadas decisões no que diz respeito à estrutura de apresentação dos documentos a ser seguida por todas as escolas e à construção do “Jornal do Projeto”.

Diretor, professores, alunos e pais da escola de acolhimento presentearam as várias delegações com uma organização irrepreensível, oferecendo o que têm de melhor: as suas casas, onde acolheram os alunos participantes, a sua excelente gastronomia, numa refeição preparada pelas famílias, a sua cultura, nas visitas que nos proporcionaram, e o seu afeto e disponibilidade em todos os momentos. Também o presidente da Câmara de Istambul se associou ao encontro, tendo estado presente na sessão de abertura e num almoço em que fomos seus convidados. 

Pelo contacto com uma realidade muito diferente daquela em que nos inserimos, este encontro proporcionou uma troca de experiências educativas e culturais de elevada dimensão, que se traduz numa mais-valia pessoal e profissional para todos os participantes.

Notícia enviada pela professora Ana Gonzaga, coordenadora do projeto FEMINA, a quem se agradece.